Notícias


24/05/2013 -

Trabalhador ganha salário médio de R$ 1.792 no País, diz IBGE




Estudo divulgado nesta sexta (24) apontou salário de graduado maior que R$ 4.000

O salário médio do trabalhador brasileiro é de R$ 1.792,61, informou nesta sexta-feira (24) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) a partir de pesquisa do Cempre (Cadastro Central de Empresas).

O estudo apontou que os funcionários com ensino superior (17,1% dos trabalhadores) ganham, em média, R$ 4.135,06, valor mais de 200% acima da remuneração média daqueles sem diploma universitário (82,9% do total), de R$ 1.294,70.

Essa diferença de salários pode ser explicada pelo aumento na procura por trabalhadores com diploma (8,5%) em relação àqueles sem curso superior (4,4%). No comparativo com 2010, o total de salários e outras remunerações cresceu 8% e o salário médio mensal em termos reais, 2,4%.

Realizada em 2011 junto a 5,1 milhões de organizações que ocuparam 52,2 milhões de trabalhadores, a pesquisa revela ainda que as entidades privadas pagaram os salários mais baixos (R$ 1.592,19, em média) — valor menor que o das Entidades sem Fins Lucrativos, que pagam R$ 1.691,09.

As instituições públicas, embora menos numerosas que as privadas, contam com os melhores salários (R$ 2.478,21, em média). A pesquisa apontou uma geração de 6,8 milhões de empregos entre 2008 e 2011, aumento que teve no setor de comércio o seu principal motor. Com isso, os assalariados do País foram de 38,4 milhões para 45,2 milhões.

Homens x mulheres

No comparativo entre os sexos, a pesquisa mostrou que, embora o crescimento das mulheres no mercado de trabalho tenha sido superior ao dos homens (5,7% contra 4,7%), o salário das primeiras continua menor.

Enquanto os homens (57,7% do mercado) têm salário médio de R$ 1.962,97, as mulheres (42,3% do mercado) recebem, em média, R$ 1.561,12.

Maiores e menores salários

A área de eletricidade e gás aparece na primeira posição na lista dos melhores salários, com remuneração média mensal de R$ 5.567,73, seguida pelo setor de Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados, que paga (R$ 4.213,65). Os menores salários são recebidos por Alojamento e alimentação (R$ 858,92) e Atividades administrativas e serviços complementares (R$ 1.110,16).

Setores que mais empregam

A pesquisa mostrou também que o comércio é o setor que mais absorve trabalhadores, com 8,5 milhões de pessoas (18,9% do total). Em segundo lugar vem a indústria, com 8,2 milhões de trabalhadores (18,2%), e na terceira posição aparece a administração pública, com 7,7 milhões de pessoas (17%).

Fonte:R7

Postado por Fernando Almeida

Mais Notícias

Enquete ver parcial

O que você quer em 2018?

E-mail: [email protected]

Fone: (55) 3781-1255

Endereço: Pe. Roque Gonzáles, 08, Centro

Santo Augusto | RS | Brasil | 98590-000