Notícias


18/11/2013 -

Tupi arrasa o Nova Prata e é campeão da Segundona Gaúcha 2013




Dois santoaugustenses fizeram parte do elenco do Tupi. O zagueiro João Carlos e o meia Kleberson

Jogando em casa, com o apoio maciço de milhares de torcedores e com uma vantagem de poder perder por até um gol de diferença, o Tupi entrou em campo na tarde deste domingo (17/11), para enfrentar a Associação Nova Prata, como o grande favorito à conquista do título da Segunda Divisão do Campeonato Gaúcho. E a certeza se confirmou dentro das quatro linhas, nos 90 minutos de jogo. Vitória incontestável por 3 a 1 e muita festa rubro-negra com um triunfo histórico e inédito para o futebol regional.

 Apesar da vantagem, o Tupi encarou com enorme responsabilidade a tarefa de garantir o título frente ao seu torcedor, sem deixar chances para a reação do adversário.

 Jogando com bastante disciplina tática, a equipe crissiumalense esperava o avanço do Nova Prata para jogar nos contra-ataques, com grande rapidez dos jogadores de frente. Foi assim que nasceu o primeiro gol da tarde. Rodrigo Zeferino deu espetacular lançamento para Giovani. O baixinho, livre de marcação, invadiu a área e fuzilou a meta do goleiro Bastos, aumentando a festa da torcida que lotava o Estádio Rubro-Negro.

 O gol foi um balde de água fria nas pretensões do Nova Prata. A equipe, que já tinha uma missão das mais complicadas, parecia aceitar que uma virada se tornava impossível.

 Veio o segundo tempo e o panorama da partida não mudou. O Nova Prata mantinha uma boa posse bola, mas não conseguia chegar com perigo à meta do goleiro Josemar.

 Aproveitando outro contragolpe, o atacante Giovani ganhou da zaga e a bola foi parar nos pés do lateral Sander que chutou forte e venceu o goleiro Bastos, ampliando o placar para 2 a 0, aos 16 minutos da etapa final.

 Aos 28 minutos, um golaço do Tupi. O habilidoso atacante Giovani, destaque nos dois jogos da finalíssima, construiu outra grande jogada pela ponta-direita. Invadiu a área a dribles e, com extrema categoria e visão de jogo, tocou para o meio da área, encobrindo o goleiro Bastos e encontrando Rodrigo Zeferino livre. O camisa 11 do Tupi teve apenas o trabalho de empurrar para as redes, decretando 3 a 0 no marcador.

 A partir daí, o Nova Prata tratou de buscar se organizar para não tomar uma goleada ainda mais sonora. Foi assim que, aos 34 minutos, Vandré foi derrubado na área rubro-negra, após boa combinação com Jean Dias. Ele mesmo cobrou, com categoria, fazendo o gol de honra do Nova Prata: 3 a 1.

 Antes da cobrança da penalidade, o goleiro Diego entrou na vaga de Josemar, que saiu aclamado pelas arquibancadas após um campeonato praticamente impecável defendendo a goleira do Tupi.

 Denilton, aos 42 minutos finais, ainda teve a última chance para marcar pelo Nova Prata, mas Diego fez grande defesa, em dois tempos.

 A partir daí, torcedores, atletas, comissão técnica e dirigentes do Tupi apenas aguardaram o apito final para soltar o grito de campeão e levantar o troféu do campeonato. A taça foi entregue ao capitão Amaral pelo presidente da Amuceleiro, Claudemir Locatelli e pelo prefeito de Crissiumal, Walter Heck.

Fonte e Foto - Rádio Alto Uruguai

Postado por André Motta

Mais Notícias

Enquete ver parcial

Você aprovou a escolha de Moro para ser ministro?