Notícias


27/05/2015 - 22:05:34

Leandro nega participação na morte de Bernardo e pede justiça




"Eu só quero que a justiça seja feita. A mídia está me massacrando!, diz Boldrini"


Depois de três horas de interrogatório, o réu Leandro Boldrini terminou seu depoimento no Fórum de Três Passos. Durante a sua fala, ele negou envolvimento no crime que tirou a vida do seu filho, Bernardo Boldrini em abril de 2014.

Ele culpou os demais réus, incluindo a madrasta do menino, Graciele Ugolini, pelo crime. "Eu não participei disso", disse, ao complementar: "Os autores são os outros denunciados".

Em um momento de sua fala, Boldrini disse que “Graciele confessou pra ele a participação no crime, quando eles estavam presos na delegacia em Três Passos”.
Ao falar do filho, disse que Bernardo era muito “tolerância zero quando contrariado”.  O menino tomava o medicamento Ritalina, para concentração. 

Em outro momento, o Médico disse que “Gracieli criava algumas barreiras no relacionamento do Bernardo com a irmã - uma espécie de bolha para proteger a menina”, disse ele.

Durante o depoimento, Leandro não expressou preocupação, aparentemente parecia tranquilo, porém abatido.  Também negou ser sua a assinatura que consta na receita do medicamento midazolan. Nesse instante, o Juiz Marcos Luís Agostini confrontou sua fala apresentando a receita, mesmo assim Leandro negou a autoria.

Além do médico e de Graciele, que será a próxima a depor, também prestam depoimento hoje os outros dois réus: os irmãos Edelvânia e Evandro Wirganovicz.


Dpto. Jornalismo RQ
Postado por: Maira Kempf

Mais Notícias

Enquete ver parcial

Você acha que Lula deve ser preso?

E-mail: [email protected]

Fone: (55) 3781-1255

Endereço: Pe. Roque Gonzáles, 08, Centro

Santo Augusto | RS | Brasil | 98590-000