Notícias


25/06/2015 - 08:12:57

Tribunal de Justiça rejeita pedidos da defesa dos réus do Caso Bernardo




A 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça negou, ontem, quarta-feira, duas solicitações para afastar o juiz responsável pelo Caso Bernardo. O titular da 1ª Vara da Comarca de Três Passos, Marcos Agostini, segue, com isso, à frente do processo sobre a morte do menino, ocorrida em abril do ano passado. Os pedidos partiram das defesas das rés Graciele Ugulini, madrasta do garoto, e Edelvânia Wirganovicz, amiga de Graciele. Os pleitos já haviam sido negados via liminar e, hoje, houve o julgamento de mérito.

O advogado da madrasta, Vanderlei Pompeu de Matos, argumentou que o magistrado confere tratamento desigual às partes, priorizando a argumentação do Ministério Público. Já o advogado de Edelvânia, Demetryus Grapiglia, reclamou de suposta “espetacularização” do caso, já que o juiz permite que a imprensa acompanhe as audiências. Durante as oitivas, o magistrado argumentou que as investigações ocorrem sem sigilo, portanto, não existe qualquer impedimento à divulgação das informações.

Ontem à tarde, os desembargadores também negaram o pedido de realização de nova perícia na receita de Midazolan supostamente utilizada para comprar o medicamento utilizado para matar o menino. O receituário foi apresentado como prova no processo criminal. A defesa de Leandro Boldrini entende que a perícia do IML foi inclusiva para identificar o responsável pela assinatura.

Fonte: Rádio Guaíba
Postado por: Maira Kempf

Mais Notícias

Enquete ver parcial

O Brasil está fora da copa, e agora?

E-mail: [email protected]

Fone: (55) 3781-1255

Endereço: Pe. Roque Gonzáles, 08, Centro

Santo Augusto | RS | Brasil | 98590-000