Notícias

11/09/2017 - 08:51:23
Postado por: Maira Kempf

Procurado por participação na morte de jovens que cavaram a própria cova é preso após tiroteio




Heverton de Brito, de 18 anos, é suspeito de envolvimento no assassinato de primos no Loteamento Xará

Um dos homens procurados por suspeita de envolvimento na morte de dois primos que foram obrigados a cavar a própria cova em Gravataí, na Região Metropolitana, foi preso na madrugada desse domingo (10) após tiroteio com policiais que realizavam patrulha no Loteamento Xará, no bairro Passo da Caveira. Heverton de Brito, de 18 anos, foi detido e um adolescente de 17 anos foi apreendido. Conforme a BM, outros dois suspeitos conseguiram fugir levando as armas.

A prisão foi confirmada pelo delegado Felipe Borba, do Departamento de Homicídios, responsável pelas investigações. Brito foi conduzido para a Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA) de Gravataí, onde aguarda transferência para o sistema prisional. 

O jovem estava foragido há pouco mais de uma semana, quando a Justiça autorizou mandados de busca e apreensão contra ele e Moisés Uilian da Silva Silveira, 28 anos. Apesar de não ter sido localizado pela Polícia Civil durante as buscas, Brito acabou sendo preso justamente no mesmo bairro onde os corpos de Vitor da Rosa, 22 anos, e Vagner da Rosa, 17 anos, foram encontrados carbonizados há aproximadamente de 15 dias. As prisões ocorreram por volta das 4h, na rua Princesa Isabel.

De acordo com o coronel Vanderlei Padilha, comandante da BM de Gravataí, há um monitoramento das quadrilhas que atuam no tráfico de drogas na região para tentar evitar que novos homicídios ocorram no Loteamento Xará.

– Estamos fazendo um monitoramento constante na região por causa dos confrontos entre essas quadrilhas. Realizamos este monitoramento para evitar ou minimizar a prática de homicídios na comunidade, pois sabemos que quando há um homicídio, haverá um revide dos rivais – afirmou.

A polícia segue as buscas a Moisés. Ele e Brito foram identificados com base em depoimentos colhidos durante as investigações.

O vídeo do crime circulou pelas redes sociais e mostra os primos cavando a própria cova antes de serem mortos a tiros e queimados. Conforme o delegado Felipe Borba, nenhum deles tinha antecedentes criminais.

 

Fonte: Zero Hora

Mais Notícias

Enquete ver parcial

O que você diria sobre seu candidato à presidência do Brasil?

E-mail: [email protected]

Fone: (55) 3781-1255

Endereço: Pe. Roque Gonzáles, 08, Centro

Santo Augusto | RS | Brasil | 98590-000