Notícias

02/10/2017 - 11:23:47
Postado por: Maira Kempf

Liminar impede corte de ponto de professores em greve no RS




Greve foi determinada no dia 5 e mantida em assembleia geral na última sexta-feira (29) na capital.

Justiça do Rio Grande do Sul determinou, por meio de liminar, que o governo estadual não poderá cortar o ponto dos professores da rede pública que estão em greve desde o início do mês, descontentes com os frequentes parcelamentos nos salários. O pedido do CPERS/Sindicato, que representa a categoria, foi acolhido pelo desembargador Sérgio Luiz Grassi Beck.

"Embora a notoriedade da calamidade financeira que aflige o Estado do Rio Grande do Sul, o direito à greve encontra-se previsto na Constituição Federal", diz trecho do documento.

Procurada pela reportagem, a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) informou que ainda não foi notificada, mas que recorrerá da decisão. O órgão também contesta na Justiça uma liminar semelhante obtida no último dia 15 pela Federação Sindical dos Servidores Públicos do estado (Fessergs).

A greve foi determinada no dia 5. Na última sexta-feira (29), a categoria decidiu continuar parada, em uma assembleia geral realizada no Ginásio Gigantinho. No mesmo dia, o governo informou por meio de nota que cortaria o ponto dos grevistas. "Conclamamos os professores a manter as aulas. Pedimos a colaboração dos pais e da comunidade escolar", dizia o texto.

A presidente da entidade, Helenir Aguiar Schürer, classificou a medida como "inabilidade política do governo", e questionou "como o governador pode cortar salários se não paga salários integralmente e em dia", sendo que é este, segundo ela, o motivo pelo qual a greve continua.

Mais Notícias

Enquete ver parcial

O que você diria sobre seu candidato à presidência do Brasil?

E-mail: [email protected]

Fone: (55) 3781-1255

Endereço: Pe. Roque Gonzáles, 08, Centro

Santo Augusto | RS | Brasil | 98590-000