Notícias


11/03/2019 - 12:15:30
Postado por: Redação

Caso Bernardo: Conselho de Sentença é formado em sua maioria por homens




Julgamento iniciará às 12h30min no fórum da Comarca de Três Passos

Por volta das 11 horas da manhã desta segunda-feira, 11, após o sorteio para composição do Conselho de Sentença – que ficou definido com cinco homens e duas mulheres - a assessoria do Tribunal de Justiça informou que a juíza Sucilene Engler, titular da Vara Judicial da Comarca de Três Passos suspendeu os trabalhos para almoço. 

O julgamento iniciará às 12h30min com a fala das testemunhas de defesa. A primeira testemunha a falar será uma delegada que trabalhou no caso. 

 Ministério Público terá quatro horas para realizar a acusação dos quatro réus do caso Bernardo. A definição é da juíza presidente do Júri, acatando solicitação da defesa, que pediu mais tempo durante os debates.  As réplica e tréplica foram mantidas em 1 hora para cada réu. 

O júri ocorre na Comarca de Três Passos. Respondendo por homicídio qualificado e ocultação de cadáver, os réus: madrasta, Graciele Ugulini, o pai, Leandro Boldrini, a amiga de Graciele, Edelvânia Wirganovicz, e o irmão dela, Evandro Wirganovicz chegaram em Três Passos pouco depois das 9 horas. 

 Na acusação, está o Promotor de Justiça Bruno Bonamente.  Conforme divulgado pela assessoria do Ministério Público, pouco depois das 08 horas da manhã o promotor falou em pronunciamento que "o MP acredita que todas as provas que tem nos autos permitem a condenação de todos os réus". Ele não deu mais detalhes. 

Nas defesas, atuam os Advogados Ezequiel Vetoretti (Leandro), Vanderlei Pompeo de Mattos (Graciele), Jean de Menezes Severo (Edelvânia) e Hélio Francisco Sauer (Evandro).

O único a falar com a imprensa foi o santo-augustense Vanderlei Pompeo de Mattos, defensor de Gracieli Ugulini. Ele afirmou que houve um crime, mas que defenderá a linha de homicídio culposo e não doloso . Segundo ele, Gracieli não teve a  intenção de matar Bernado, que houve um acidente. Ele ainda adiantou que sua cliente, provavelmente, irá se pronunciar em juízo na terça-feira.

Inúmeros policiais trabalham na segurança ao entorno do Fórum localizado na Avenida Júlio de Castilhos. Pessoas da cidade e outros municípios acompanham o movimento do outro lado da Avenida, já que nas laterais do prédio público está proibida a aglomeração. Carros de som também estão proibidos. 

A expectativa é que o julgamento dure uma semana. 

 

Mais Notícias

Enquete ver parcial

A maioria da população brasileira é a favor da redução da maioridade penal de 18 para 16 anos...e você?