Notícias


18/04/2012 -

Estiagem ainda deixa 117 municípios do RS em situação de emergência




Em Vista Gaúcha, encanamento garante água potável para toda área rural

A estiagem, que castiga as lavouras do Rio Grande do Sul desde o ano passado, ainda deixa 117 municípios do estado em situação de emergência. Muitos agricultores dependem das prefeituras para conseguir água. Mas, em uma comunidade da Região Noroeste, este problema já foi superado.

Em Alecrim, na Fronteira com a Argentina, a água para os animais é retirada do Rio Uruguai. Quatro caminhões e um trator fazem o transporte. “Os caminhões que estariam trabalhando nas estradas hoje, estão todos trabalhando no transporte de água”, conta o secretário de Agricultura do município, Rene Schons.

Para chegar às propriedades rurais todos os dias, são percorridos 600 quilômetros por estradas de chão. Quando os caminhões chegam, os animais correm para os bebedouros. “De janeiro pra cá, nós estamos assim: a prefeitura trazendo água pra nós. De três a cinco dias tem que voltar a trazer”, diz o agricultor José Olivio Schirmann.

Já no município de Vista Gaúcha, o cenário é outro: a falta de água foi contornada com uma solução simples. Na estiagem de 2009, a prefeitura da cidade teve que gastar cerca de R$ 280 mil puxando água para 230 propriedades rurais. Este ano, a situação mudou.

Se antes as pessoas precisavam andar mais de 600 metros morro acima para buscar galões de água com um carrinho de mão, agora basta abrir a torneira. Foram abertos três poços artesianos e uma rede de encanamento para toda a área rural. “Mudou muito, do dia para noite. Temos água na caixa, temos água no banheiro, temos água na torneira. Isso é uma felicidade para a gente”, comemora um agricultor da região.

Mais Notícias

Enquete ver parcial

O que você quer em 2018?

E-mail: [email protected]

Fone: (55) 3781-1255

Endereço: Pe. Roque Gonzáles, 08, Centro

Santo Augusto | RS | Brasil | 98590-000