Previsão do Tempo
Formação de Sincelo em São José dos Ausentes — Foto: Paulo Rogério Flores/Arquivo Pessoal

Agosto deve ter nova onda de frio e chuva acima da média no Rio Grande do Sul

31 de julho de 2019 Intensa massa de ar polar atinge o estado no primeiro fim de semana do mês. Previsão é da Somar Meteorologia.


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Agosto deve ter uma nova onda de frio e chuva acima da média no Rio Grande do Sul. O primeiro fim de semana deve ser gelado e com possibilidade de geada e neve, conforme a previsão da Somar Meteorologia.

Já os volumes mais expressivos de chuva devem ocorrer no fim do mês, principalmente na fronteira com o Uruguai.

A Somar diz que o fenômeno El Niño, que causa aquecimento acima do normal do Oceano Pacífico, próximo ao Equador, se enfraquece em agosto.

O inverno termina no dia 23 de setembro.

     Próximos dias

  • Na quinta (1º), a chuva volta ao estado com a passagem de mais uma frente fria, e deve ser mais forte nas regiões Central, Oeste e Sul.
  • A partir da sexta-feira (2), a instabilidade perde força, mas ainda há condição de chuva principalmente em áreas da Serra.
  • As temperaturas voltam a cair consideravelmente, e a combinação de umidade e frio possibilita a ocorrência de neve, mesmo que de forma pontual, nas serras gaúcha e catarinense.

    Como foi julho

    Na análise da Somar, com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), julho foi marcado por um bloqueio atmosférico no Oceano Pacífico, o que manteve um corredor de umidade entre o Uruguai e o Rio Grande do Sul.

    Choveu mais do que o normal no Norte do estado. A cidade com maior acumulado no mês foi São Borja, com 243 milímetros (155% acima da média). Já o município com menos chuva foi São José dos Ausentes, com 54mm (33% da chuva normal para o mês).

    Apesar da neve e da chuva congelada que foram registradas em cidades gaúchas, a temperatura mínima ficou dentro do normal. Somente durante as tardes o frio foi maior do que o que costuma ocorrer.

    Segundo o Inmet, a temperatura mais baixa no estado foi verificada em Quaraí, na Fronteira Oeste, com -5°C no dia 6 de julho. A sensação térmica chegou a -10°C.

Os comentários estão desativados.

error: Conteúdo protegido !!!