Geral
Imagem créditos: Embrapa/Nelson Morés

Ásia tem seis novos focos de PSA

19 de julho de 2019 Até o momento já teriam sido abatidos 4.168.817 de suínos em países asiáticos


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Peste Suína Africana avança pelo Continente Asiático. De acordo com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) seis novos casos foram identificados: dois na China, dois no Camboja e dois no Laos. Com os novos focos estima-se que sejam 234. Até o dia 11 de julho eram 228.

Até o momento já teriam sido abatidos 4.168.817 de suínos em países asiáticos em função da doença. Segundo a FAO, o balanço da entidade leva em consideração informações extraídas dos órgãos federais dos países.

A situação mais crítica permanece sendo a da China, com 149 focos em 32 províncias, incluindo a região administrativa de Hong Kong. No levantamento anterior, o total de focos no país era de 147. Desde a identificação do surto, em agosto do ano passado, 1,16 milhão de suínos foram eliminados, de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais do país. No levantamento recente da FAO, os seis novos focos levaram ao abate de 171 animais.

Quanto ao volume de animais descartados em virtude da infecção com o vírus, a pior condição é a do Vietnã, com 3 milhões de suínos. No país a epidemia atingiu mais uma província, totalizando 62 regiões afetadas pela doença desde 19 de fevereiro. A Coreia do Norte permanece com um foco da doença identificado, desde 23 de maio, afetando uma província e levando à eliminação de 77 animais. Quanto à Mongólia, desde o primeiro caso detectado em 15 de janeiro, 11 surtos foram notificados em seis províncias e em uma cidade, levando à eliminação de 3,1 mil animais, aproximadamente 10% do plantel do país. Nesses países, os números se mantiveram em relação ao balanço anterior.

Por: AGROLINK –Eliza Maliszewski

Os comentários estão desativados.

error: Conteúdo protegido !!!