Geral

Brasil testa maconha para tratar Parkinson

30 de dezembro de 2009


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pesquisadores brasileiros testam maconha para tratar doenças como Parkinson.
 Pode parecer estranho a primeira vista, mas um trabalho publicado em novembro traz resultados promissores para o problema.
 É que a droga ministrada corretamente melhora o sono dos portadores de parkinson, além de reduzir os tremores característicos da doença.
 Apesar disso, no Brasil ainda não há autorização para o uso medicinal da maconha.
 Já em outras partes do mundo, a erva é utilizada para o tratamento de dores crônicas,  ccâncer, náusea, vômitos  e esclerose múltipla.
 O diretor do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas, Elisaldo Carlini, reclama que por aqui, não se reconhece a maconha como remédio de jeito nenhum.
 Para debater o assunto, o órgão vai organizar em maio um encontro com pesquisadores, sociedades científicas e representantes do governo.
 Pesquisadores defendem a criação de uma agência ligada ao ministério da Saúde, para que um país possa usar clinicamente os medicamentos à base da droga.
 Vale lembrar que p uso não terapêutico da droga é obviamente desaconselhável, causando problemas de saúde e dependência.

Os comentários estão desativados.

error: Conteúdo protegido !!!