Andre Motta

Brasil x Peru: “Vai ser que nem bater em bêbado”. Será?

6 de julho de 2019


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

“Foi que nem bater em bêbado”, para quem é do meio, sabe que isso é uma expressão muito usada no futebol, quando um time é muito superior ao outro e ganha fácil o jogo de seu adversário. É mais ou menos como aconteceu no primeiro jogo do Brasil contra o Peru. 5 a 0 Brasil.

Só que desta fez acho que não vai ser bem assim, o bêbedo já curou a ressaca e parece estar bem de pé.

Uma coisa não dá pra negar, o Brasil é muito favorito. O Peru é uma incógnita, se jogar “faceiro” como foi no primeiro jogo, vai levar mais um saco. Se jogar com a marcação alta como fez contra o Chile, vai dar mais trabalho, mas perde também. O único jeito do Peru não perder dentro dos 90 minutos pro Brasil, é só se estacionar o ônibus na frente do gol, ou seja, fazer aquela retranca perfeita.

O Brasil não levou um gol se quer na copa América, tem um setor defensivo bem consolidado, pelo menos até a gora. Se o Peru, der chances quanto deu ao Chile – aponto o goleiro Gallese ser um dos destaques do jogo – o ataque brasileiro não vai perder tantos gols como os chilenos.

Favoritismo não ganha jogo, mas não pode ser negado.

Os comentários estão desativados.

error: Conteúdo protegido !!!