Santo Augusto

Comunidade de Esquina Fátima recepciona tradicionalistas com a Chama Crioula

21 de agosto de 2019 Grupo que passou por Santo Augusto pertence à 6ª Região (Rio Grande, São José do Norte, Nova Vitória e Chuí)!


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

A centelha da Chama Crioula – gerada na última sexta-feira em Tenente Portela – passou nessa terça-feira, 20, pela comunidade de Esquina Nossa Senhora de Fátima, interior de Santo Augusto.

O principal símbolo da Semana Farroupilha segue pelo Estado até os municípios das Regiões Tradicionalistas e o grupo que passou por Santo Augusto pertence à 6ª Região (Rio Grande, São José do Norte, Nova Vitória e Chuí).

Em Santo Augusto, o grupo formado por aproximadamente 20 pessoas foi recepcionado na comunidade pelos moradores com almoço e confraternização. À Rádio Querência, Claudio Lauer – presidente da comunidade de Esquina Fátima – disse que é motivo de orgulho ter a Chama Crioula e tradicionalistas de tão longe se hospedando no interior de Santo Augusto.  É um momento de muito simbolismo e que ficará na memória de todos por muito tempo.

Abner Spíndola, Coordenador de Cavalgada da 6ª Região, agradeceu o recepção da comunidade. Ele disse que a 6ª Região está com dois grupos na estrada, depois de Santo Augusto, a parada será nesta quarta-feira em Nova Ramada.

Na última sexta-feira, em torno 1500 cavalarianos das 30 Regiões Tradicionalistas, participaram do acendimento da Chama Crioula em Tenente Portela. O ritual se repete todos os anos desde 1947 e marca o início dos festejos farroupilhas no Rio Grande do Sul. A partir da solenidade de acendimento, os tradicionalistas partem a cavalo levando a Chama Crioula para distribuição em aproximadamente 300 cidades do Rio Grande do Sul.

Os comentários estão desativados.

error: Conteúdo protegido !!!