Santo Augusto

Denúncia: Descarte incorreto de lixo é crime ambiental

25 de março de 2020 Livros e apostilas do curso de Direito descartadas irregularmente ao lado da estrada vicinal que liga o bairro Leonizio Gonzato ao Distrito Industrial!


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

A prática  de ações lesivas ao meio ambiente, entre elas o descarte incorreto do lixo, é considerado crime ambiental, de acordo com a lei 9.065/98, que inclusive estabelece diversas sanções penais e administrativas para os autores dessas condutas.

Ignorando as leis e as campanhas de conscientização e orientação sobre o descarte correto dos materiais, muitas pessoas seguem agredindo o meio ambiente.

Relatos chegam todos os dias e de diferentes pontos da cidade e do interior. Nesta quarta-feira, 25, a Rádio Querência recebeu fotos que mostram descarte incorreto de diversos materiais ao lado da estrada vicinal que liga o bairro Leonizio Gonzato ao Distrito Industrial.

Chama atenção o número de livros e apostilas, inclusive identificadas, do curso de Direito da Unijui, e ainda uma carteirinha de estudante do Instituto Federal Farroupilha. Itens que poderiam ser repassados e serviriam como material de estudo para outros alunos.  Ainda, poderia ter sido entregue para algum catador de material reciclável, pessoas que percorrem a cidade diariamente, atrás desses produtos que provém a renda de muitas famílias.  Junto, também estão plásticos e até lixo eletroeletrônico. Para o descarte deste último, a Prefeitura realiza campanha de recolhimento, gratuitamente.

Fica o pedido de conscientização. Se quisermos um mundo melhor, devemos começar cuidando as nossas ações em relação ao planeta. Denúncias com esse teor podem ser feitas na Prefeitura, pelo número: 3781-5238 (SEDECOM)

Deixe seu comentário

error: Conteúdo protegido !!!