Saúde

Dia D do Setembro Amarelo: valorização da vida, conscientização e ações

10 de setembro de 2019 Todo mês é Setembro Amarelo. Todo dia é Dia D. E hoje é um dia de reflexão.


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Nove em cada dez mortes por suicídio poderiam ser evitadas. Os dados, da Organização Mundial da Saúde (OMS), reforçam a importância da valorização da vida e da conscientização sobre ela. Por isso, dia 10 de setembro é considerado o Dia Mundial da Prevenção do Suicídio: o Dia D do mês que celebra e reforça a importância do tema: o setembro amarelo.

Conversa, prevenção e saúde mental

O suicídio é a segunda maior causa de mortes de jovens entre 15 a 24 anos, segundo pesquisa do CVV (Centro de Valorização à Vida). Só perde para acidentes.

Os motivos são os mais diversos, e muitos casos acontecem impulsivamente em momentos de crise, quando as pessoas têm surtos diante de estresses, problemas financeiros, separações, dores ou doenças. De acordo com a OMS, o grupo de risco é o de populações rurais e entre grupos que sofrem discriminação.

O primeiro passo para prevenir o suicídio é conversar.  Não há certo ou errado ao conversar sobre pensamentos suicidas, o importante é começar a conversa, diz à BBC Emma Carrington, porta-voz da entidade de combate à doenças mentais Rethink UK. “Em primeiro lugar é preciso reconhecer que é uma conversa difícil. Não é uma conversa que temos todos os dias. Então, você vai ficar nervoso e isso é normal. O importante é ouvir e não julgar.”

Conversar sobre suicídio é quebrar um tabu. Para a organização australiana Beyond Blue, da ex-primeira-ministra Julia Gillard, ter a liberdade de conversar sobre o assunto pode ajudar a restaurar a esperança das pessoas que estão tendo pensamentos suicidas. “Você não precisa ser um profissional de saúde para apoiar alguém que está em risco. Só precisa ser alguém que está preparado para ter a conversa”, diz Gillard, da Beyond Blue.

Depois da conversa, o ideal é encaminhar e encorajar a pessoa a procurar ajuda profissional, com medicamentos e acompanhamento. A maioria dos casos vem de quedas ou desequilíbrio na saúde mental do indivíduo, tão importante quanto a saúde física. Cuidar, prevenir e agir para o equilíbrio da saúde mental, evitando emoções negativas como ansiedade ou descontrole e doenças como depressão, é fundamental para valorizar a vida.

Todo mês é Setembro Amarelo. Todo dia é Dia D. E hoje é um dia de reflexão. A data surgiu há 25 anos. A cor da campanha foi adotada por conta da trágica história de Mike Emme, um jovem americano, de 17 anos que, em 1994, tirou a própria vida dirigindo seu carro amarelo. Seus amigos e familiares distribuíram no funeral cartões com fitas amarelas e mensagens de apoio para pessoas que estivessem passando pelo mesmo desespero.

A fita amarela virou símbolo do dever de conscientização, de todo mundo, sobre o tema.

1ª Noite de Valorização da Vida de Santo Augusto

 

A Semana Farroupilha se aproxima e neste ano, integrando a programação, será realizada a 1ª Noite pela Valorização da Vida um evento em alusão ao Setembro Amarelo – mês dedicado à prevenção do suicídio.

Em época de exaltar as tradições e o orgulho por ser Gaúcho nada melhor do que mostrar que também somos conscientes sobre nossos sentimentos, sobre nossa vida.

A 1ª Noite pela Valorização da Vida será no dia 14 de setembro, no CTG Pompílio Silva, a partir das 19 horas. O objetivo é propiciar um momento de reflexão. Será um evento aberto a toda comunidade para informar, conscientizar e acolher. A entrada é gratuita e todos serão bem-vindos.

Serão dois palestrantes: Emerson Speroni Scherer e Margarete Varela Gonchoroski. O evento é promovido pelas seguintes entidades: Prefeitura de Santo Augusto, CTG Carreteiros dos Pampas, CTG Pompílio Silva, Projeto Ânimo e Rádio Querência.

*BBC

Deixe seu comentário

error: Conteúdo protegido !!!