Colunistas

E aí, será que chove? Sim! Mas quanto?

28 de junho de 2019


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Todos os dias, uma das minhas primeiras atitudes é verificar a previsão do tempo. Acesso o aplicativo do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/INPE) e confiro a previsão. Para ontem (27/06) a previsão era “predomínio de sol, mínima de 6°C, máxima de 19°C, Índice Ultra Violeta igual a 3-Moderado, probabilidade de chuva de 5%, céu claro com poucas nuvens”.

Feito isso, me preparo para mais um dia e vou para o trabalho. E posso deixar o guarda-chuva em casa.

Mas você deve estar se perguntando: 5% não é 0%, e se chover, qual vai ser a quantidade??? Só tem uma resposta: não sei.

Explico, as chuvas são fenômenos meteorológicos em que o vapor d’água presente na atmosfera irá condensar e precipitar sobre a superfície terrestre. Esta precipitação pode ser na forma de neve, granizo, garoa e a nossa conhecida chuva. Porém, nem todas as chuvas são iguais, elas podem ser classificadas em chuvas Orográficas, chuvas Frontais e chuvas Convectivas.

As chuvas Orográficas são mais comuns nas regiões montanhosas próximas ao mar, o que não é o caso na região Noroeste do nosso estado.

As chuvas Frontais compreendem a maior parte dos volumes de água precipitada em uma bacia hidrográfica. Você as conhece como chuvas de inverno ou de frentes frias. Podem ocorrer por vários dias, apresentando pausas com chuviscos, possuem intensidade fraca a moderada, não tem predominância de horário para acontecer e atingem uma longa região de abrangência. Em situações assim, se está chovendo em Santo Augusto, certo que está chovendo em Chiapetta, Três Passos, e como se costuma dizer, está subindo o Rio Grande do Sul desde a metade sul.

Já as chuvas Convectivas são as famosas chuvas de verão, tempestades com trovões que despejam um grande volume de água em um curto período de tempo e sobre uma área relativamente pequena. Exemplificando, é Janeiro, final de um dia de sol forte, temperatura elevada, céu limpo, e no final da tarde, o céu encobre, começa a chover forte e pouco tempo depois a chuva para e temos uma linda noite estrelada. Detalhe: choveu em Santo Antônio, choveu no Centro, mas não choveu em Pedro Paiva.

Agora você deve estar pensando: mas e quando aquela previsão diz que vai chover 40 milímetros, eles estão mentindo? Não, eles não estão mentindo, porque uma previsão é um termo que provém do latim praevisio e que se refere à ação e ao efeito de prever o que vai acontecer através da interpretação de indícios ou de sinais, e isso significa que sempre tem a probabilidade de não acontecer ou acontecer de maneira diferente da prevista.

Em trabalhos de pesquisa desenvolvidos junto as disciplinas de Agrometeorologia e de Agroclimatologia no IFFar – Campus Santo Augusto, temos observado que o nível de acerto da previsão quanto a probabilidade de chuva é muito boa. Posso afirmar com tranquilidade que quando a previsão do tempo prevê 90% de chance de chuva, é muito aconselhável que você carregue o guarda-chuva junto.

Porém, já vimos todo tipo de situação quando a aposta é quanto a quantidade, de uma agência prever 10mm e chover 50mm, ou prever 25mm e mal chover 5mm. E isso explica-se divido aos tipos de chuvas que existem e como elas se comportam. Temos que lembrar que as previsões de quantidades são feitas com bases em médias históricas e comportamentos climáticos locais, e que o nosso clima, quando se pensa em chuvas, sofre influencia de tudo, desde a quantidade de evapotranspiração proveniente daquele mato junto a área de preservação permanente, até eventos climáticos mundiais, como o El Niño, que nos acompanha desde o ano passado (2018).

Portanto, se amanhã alguém lhe perguntar quanto que vai chover neste sábado, pode dizer, sem vergonha, que você não sabe, mas fica a dica, a previsão é de 80% de possibilidade de chuva para este final de semana.

E deixo um desafio, para aqueles que ainda não estão convencidos: coloque um pluviômetro no pátio da sua casa, faça o controle diário, compare com a previsão do tempo e depois me envie os resultados e vamos discutir um pouco mais sobre o assunto. Tenho certeza que você vai ficar assombrado com os resultados.

Tenham uma boa semana e até a próxima. E não se esqueçam de visitar a minha página em crisnunessantos.pro.br

 

Cristiano Nunes dos Santos

Professor do IFFar – Campus Santo Augusto

Os comentários estão desativados.

error: Conteúdo protegido !!!