Geral
Governador Eduardo Leite disse que iniciativa busca minimizar impacto da pandemia na vida das pessoas Lucas Amorelli / Agencia RBS

Eduardo Leite reduzirá o próprio salário em função da pandemia de coronavírus

10 de abril de 2020 Corte se estenderá por pelo menos três meses, por conta da pandemia


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

O governador do Estado, Eduardo Leite, tomou mais uma decisão no sentido de contribuir com os esforços para enfrentamento do coronavírus no Rio Grande do Sul. Leite reduzirá o próprio salário de governador em 30%. A informação foi confirmada pela coluna na manhã desta sexta-feira (10).

A redução se estenderá por pelo menos três meses. Conforme a coluna apurou, Leite abrirá mão de receber esse valor. Isso significa que o recurso permanecerá no caixa do Estado. A partir da decisão do governador, secretários de Estado já começaram a se mobilizar no sentido de repetir o gesto. É o caso de Juvir Costella, secretário de Logística e Transportes.

– A gente está vivendo um momento de restrições a atividades que vai fatalmente impor a muita gente, trabalhadores, trabalhadores autônomos, microempresários e mesmo nas grandes empresas perda de receita, perda remuneração e até mesmo perda de emprego. Não acho justo que no serviço público, que vive do imposto arrecadado a partir desta atividade econômica, se haja como se nada tivesse acontecendo. Acho que é importante termos sacrifícios de todos e, claro, dos representantes eleitos pela sociedade. Eu não me sentiria confortável em não fazer a minha parte neste sentido – explicou Leite à coluna.

Do mesmo partido, o governador de São Paulo, João Doria, também anunciou que vai doar seu salário para compra de cestas básicas para auxiliar famílias em tempos de pandemia.

*GaúchaZH/Coluna Jornalista Kelly Matos

Os comentários estão desativados.

error: Conteúdo protegido !!!