Santo Augusto

Emenda do deputado Jerônimo proporcionará pagamento do 13º dos funcionários do Hospital

11 de outubro de 2019 Valor de R$ 530 mil será usado para pagar a folha líquida de novembro e a folha líquida do 13º dos funcionários. Nos outros anos, pagamento acontecia mediante empréstimos bancários!


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

Estão nos cofres do Hospital Bom Pastor 530 mil reais oriundos de emenda da Bancada Gaúcha na Câmara dos Deputados. O valor foi intermediado pelo Deputado Federal Jerônimo Goergen (PP-RS), que ainda destinou mais 1 milhão de reais de emenda individual. Este último ainda está em posse do Estado, dependendo de trâmites para a liberação.

Em entrevista à Rádio Querência, Davi Ceolin, presidente do hospital, destacou que o valor será utilizado para pagamento da folha líquida de novembro e a folha líquida do 13º dos funcionários. A notícia foi comemorada, visto que há alguns anos essa era uma época de preocupação, pois a casa de saúde não conseguia pagar o 13º em dia e sem auxílio de empréstimos.

A Administradora Marilei Andrighetto explicou qual é a situação financeira atual do hospital. Segundo ela, desde março deste ano o Hospital está recebendo em dia do Estado, em relação aos convênios, o que tem proporcionado o pagamento da folha dos funcionários em dia. O que está em aberto são os serviços médicos, ou seja, os salários dos profissionais médicos que prestam serviços ao Hospital.  Questionada sobre o uso das emendas, ela destacou que “são um plus, elas não são dinheiro livre, vem destinadas, carimbadas, ou é para obra/construção, compra de equipamento ou custeio.  Neste ano houve uma mudança na legislação, o que permitiu uso em 10 serviços, pela primeira vez, foi aberto para pagamento de folha de funcionários.

 Mesmo com as boas notícias, a casa de saúde segue pagando dívidas de outros anos e por isso a necessidade de toda a forma de ajuda. Alcides Bandeira falou sobre isso.

—Todos nós devemos doar um pouco da nossa vida para o hospital. Muitas pessoas precisam do hospital. A liberação desses recursos não representa sobra de recursos, pelo contrário, faltam. Existem empréstimos que estão sendo pagos, não conseguimos equilibrar as contas ainda, portanto, quem puder ajudar, que ajude. Faça doações, seja através da conta de luz ou doações de alimentos e outros itens, como tantas pessoas tem feito. Esses gestos de generosidade ajudam a manter o hospital.

Em relação a doações, a vice-presidente da associação hospitalar, Eliane Paier destacou a realização do segundo Pedágio Beneficente. Será no dia 09 de novembro. Neste ano, com o  lucro o objetivo é implantar o protocolo de segurança do paciente.

Outro pedido feito pela direção do hospital é para que as pessoas se conscientizem e evitem visitas nesse período em que o hospital está passando por obras para implantação do PPCI – Plano de Prevenção Contra Incêndios. “As visitas não estão proibidas, mas precisamos que as pessoas entendam que quanto menos pessoas circularem, melhor”, disse Davi Ceolin.

 

Confira abaixo a entrevista na íntegra!

 

Deixe seu comentário

error: Conteúdo protegido !!!