Geral
Encontro foi promovido nas dependências da Unijuí na última quarta-feira. (Foto: Divulgação/UNIJUÍ)

Encontro debateu a viabilidade para a construção de uma ponte sobre o Rio Uruguai

6 de agosto de 2019 Reuniram-se na última quarta-feira lideranças da Região Celeiro, do Oeste catarinense, pesquisadores e técnicos da UNIJUÍ. Estudo deve ser entregue ainda neste ano.


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Lideranças da Associação dos Municípios da Região Celeiro (Amuceleiro) e da Associação dos Municípios do Oeste de Santa Catarina (AMOSC) se encontraram na última quarta-feira, dia 31, com pesquisadores do Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação e técnicos da Agência de Inovação e Tecnologia da UNIJUÍ para debater a viabilidade para a construção de uma ponte sobre o Rio Uruguai, ligando os Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, pelos municípios de Barra do Guarita e Itapiranga.

A elaboração de um estudo para a construção da ponte sobre o Rio Uruguai deverá ser entregue às autoridades federais ainda em 2019, sendo esta uma das etapas para a efetivação deste projeto que vem sendo debatido em diferentes instâncias por prefeitos, empresários e demais interessados no desenvolvimento da região.

O prefeito de Inhacorá e presidente da Amuceleiro, Everaldo Bueno Rolim, tem liderado a consolidação desta demanda e representa os interesses de todo o Estado do Rio Grande do Sul, especialmente do ponto de vista socioeconômico. “Além da apresentação do relatório, que será produzido pela Unijuí, há uma série de instâncias governamentais que serão mobilizadas. Neste sentido, o apoio da comunidade regional é de extrema importância”, destaca Rolim.

Na oportunidade esteve presente o Secretário de Turismo do município de Porto Xavier, Ovídeo Kaiser, que trouxe a experiência daquele município na construção de uma ponte internacional com a Argentina, cujo projeto já está em tramitação no Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), com recursos para execução em avaliação.

Para Kaiser, “a participação da Unijuí neste processo é essencial para que a proposta enviada às autoridades federais contenha dados socioeconômicos da região, mostrando os impactos no desenvolvimento regional e em seus diferentes aspectos, sociais, econômicos, culturais”.

Fonte: Unijuí

Os comentários estão desativados.

error: Conteúdo protegido !!!