Geral
Foto: Cristiane Luza

Mulher cai no golpe do pacote de dinheiro em Frederico Westphalen

10 de julho de 2019 A vítima havia sacado em torno de R$ 6 mil em uma agência bancária!


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Golpistas seguem fazendo vítimas na região. Ontem, um ouvinte da Rádio Querência relatou que estelionatários tentaram lhe aplicar o golpe do falso sequestro, alegando que estavam com sua filha, eles queriam uma recompensa.  Ao perceber que se tratava de um golpe, o mesmo desligou o telefone. Essa é uma das orientações divulgadas pelas autoridades quando existe esse tipo de situação, mas além disso, também é importante não entregar informações ou pertences para estranhos, e foi exatamente isso que uma mulher de 52 anos  fez.

Após sacar,  na manhã dessa terça-feira, 9 de julho, em torno de R$ 6 mil em uma agência bancária de Frederico Westphalen referentes a direitos trabalhistas, ela iria depositar o valor em outro banco, porém, no caminho, acabou sendo vítima do golpe do pacote de dinheiro.

Segundo informações divulgadas pela polícia, no trajeto entre uma agência e outra, ambas localizadas no Centro do município, um rapaz derrubou próximo à vítima um pacote contendo o que seria aparentemente dinheiro, em seguida, apareceu outro homem, e lhe perguntou se deveriam devolver. Ao afirmar, o homem chamou o comparsa que teria supostamente perdido o pacote. Este voltou, agradeceu aos dois e disse que se o acompanhassem, receberiam uma recompensa.

Nesse momento, um dos golpistas pediu para ficar com um documento da vítima e sua bolsa como garantia e lhe passou um endereço onde ela deveria buscar sua parte, R$ 400, e entregar o pacote, que, na verdade, continha um maço de recortes de jornais sob uma cédula de R$ 50.

A mulher entregou seus pertences – incluindo o valor que havia sacado no banco – e foi até o endereço, porém, o mesmo não existia.  Quando ela retornou após não ter encontrado o escritório indicado, os dois haviam sumido com seus pertences.

A vítima acionou a Brigada Militar e o caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil, que agora apura o estelionato.

 Com informações Folha do Noroeste

Deixe seu comentário

error: Conteúdo protegido !!!