Início Notícia Voltar

Polícia resgata idosa em cárcere privado dentro do baú de caminhão abandonado no RS

Filho da idosa, apontado como responsável por deixá-la no local, foi preso em flagrante em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Mulher de 82 anos foi levada para atendimento médico e deve ficar em abrigo.

24/03/2023 08:17 por André Motta


CapaNoticia

Idosa no interior de baú de caminhão abandonado em Gravataí — Foto: Polícia Civil/Divulgação


 

Uma idosa de 82 anos foi resgatada, nesta quinta-feira (23), após ficar ao menos 10 meses mantida sob cárcere privado dentro do baú de um caminhão abandonado em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre, segundo a Polícia Civil. O filho da mulher, um homem de 50 anos, foi preso em flagrante por suspeita de cárcere privado qualificado e abandono de pessoa idosa em condição degradante.

A Polícia Civil chegou até o local após ser abordada por uma pessoa na rua, relatando a situação. No local, os policiais encontraram um homem, que se identificou como proprietário do terreno e responsável pela idosa, e pediram para vistoriar o baú.
"Quando a gente ingressou ali, a imagem foi uma das mais degradantes possíveis. Era um baú enferrujado, cheio de lixo, alimentos podres, roedores mortos. No fundo do baú tinha um colchão onde estava essa senhora", diz o delegado Pablo Soares.

O suspeito informou à polícia que a idosa estava havia cerca de 10 meses no colchão dentro do baú, mas que já viveria no espaço há mais tempo. No entanto, ele próprio morava em uma casa de alvenaria de dois andares no mesmo terreno, segundo o delegado.

"Ele morava nessa outra casa, que tinha quarto, cama box, ar-condicionado", relata Soares.
O filho não explicou os motivos pelos quais manteria a mãe no local. Os policiais tentaram conversar com a idosa, mas ela não respondeu.

"A senhora não falava, parecia extremamente fora da realidade, desorientada", afirma o delegado.
Os serviços de assistência social e jurídica de Gravataí foram acionados, e a idosa foi levada para atendimento médico. De acordo com o delegado Pablo Soares, os médicos informaram que ela tinha os dois braços fraturados, já com a calcificação em andamento, e fraturas na face.

A mulher deve ficar em um abrigo até ter sua situação resolvida.

Gaúcha ZH



Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.


Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

Ouça aqui

89.7 FM

Programação religiosa

Ouça aqui

91.5 FM

Programação Livre
89.7
91.5