Mundo
Elenco de "Parasita" (da esq. para dir.): Song Kang-ho, Cho Yeo-jeong, el director Bong Joon-ho, Lee Jung-eun, Choi Woo-shik e Lee Sun-kyun, na premiação do SAG, em Los Angeles - AFP

Oscar 2020: veja a lista de vencedores da premiação

10 de fevereiro de 2020 "Parasita" recebeu quatro prêmios na cerimônia, inclusive de melhor filme


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Sem apresentador fixo pelo segundo ano consecutivo, a 92ª cerimônia do Oscar iniciou às 22h deste domingo (9), no Teatro Dolby, em Los Angeles. O grande vencedor da noite foi Parasita, que recebeu a estatueta da principal categoria, melhor filme, e foi contemplado como melhor filme internacional, melhor roteiro original e melhor direção para Bong Joon Ho – totalizando quatro prêmios.

O favorito para os principais prêmios da noite era 1917, que acabou recebendo apenas três estatuetas em categorias técnicas: melhor mixagem de som, melhor fotografia e melhores efeitos visuais.

Coringa era o filme que recebeu mais indicações para o Oscar 2020, disputando estatueta em 11 categorias. No entanto, só recebeu dois prêmios: Joaquin Phoenix teve seu favoritismo confirmado por melhor ator e melhor trilha sonora original.

Nas categorias de melhor atriz coadjuvante e melhor atriz, não houve surpresas: Renée Zellweger, por Judy – Muito Além do Arco-Íris, e Laura Dern, por História de um Casamento, venceram nas categorias dedicadas às mulheres.

Outros dois filmes também venceram em duas categorias: Ford vs Ferrari (melhor edição de som e melhor edição de filme) e Era uma Vez… em Hollywood (melhor ator coadjuvante e melhor design de produção/direção de arte).

A primeira estatueta da noite foi para Brad Pitt, por sua atuação em  Era Uma Vez… em Hollywood, na categoria de melhor ator coadjuvante. Aproveitando a deixa sobre seu personagem no filme, Pitt pediu em seu discurso mais reconhecimento aos dublês.

– Acho que também é tempo de darmos um pouco de amor para os dublês e coordenadores de dublês – comentou.

Na categoria de melhor documentário, que contava com a participação do brasileiro Democracia em Vertigem, o vencedor foi Indústria Americana.

 A seguir, confira a lista de vencedores:

Melhor ator coadjuvante: Brad Pitt, por  Era Uma Vez… em Hollywood

Melhor filme de animação: Toy Story 4 

Melhor curta-metragem de animação: Hair Love 

Melhor roteiro original: Bong Joon Ho e Han Jin Won, por Parasita

Melhor roteiro adaptado:  Taika Waititi, por Jojo Rabbit

Melhor curta-metragem: The Neighbors’ Window

Melhor design de produção (direção de arte): Barbara Ling e Nancy Haigh, por Era uma vez em… Hollywood 

Melhor figurino: Jacqueline Durran, por Adoráveis Mulheres

Melhor documentário: Indústria Americana

Melhor Documentário de Curta-Metragem: Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl)

Melhor atriz coadjuvante: Laura Dern, por História de um Casamento

Melhor edição de som: Donald Sylvester, por Ford vs Ferrari

Melhor mixagem de som: Mark Taylor e Stuart Wilson, por 1917

Melhor fotografia: Roger Deakins, por 1917

Melhor edição de filme: Michael McCusker e Andrew Buckland, por Ford vs Ferrari

Melhores efeitos visuais: Guillaume Rocheron, Greg Butler e Dominic Tuohy, por 1917

Melhor maquiagem: Kazu Hiro, Anne Morga e Vivian Baker, por O Escândalo

Melhor filme internacional: Parasita

Melhor trilha sonora original: Hildur Guðnadóttir, por Coringa

Melhor música original:  Elton John e Bernie Taupin, por I’m Gonna Love Me Again, de Rocketman

Melhor direção: Bong Joon Ho, por Parasita

Melhor ator: Joaquin Phoenix, por Coringa

Melhor atriz: Renée Zellweger, por Judy – Muito Além do Arco-Íris

Melhor filme: Parasita

*GaúchaZH

Os comentários estão desativados.

error: Conteúdo protegido !!!