Importadas do site antigo

Para superar perda, policial distribui brinquedos para crianças em Santo Augusto

12 de outubro de 2018


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A sexta-feira chuvosa de Dia das Crianças foi especial para algumas crianças carentes dos bairros Santo Antônio e Tiradentes, em Santo Augusto. 

Tudo começou em julho, quando, por forças do destino, o policial militar, Francis Ivan da Silva, perdeu seu filho de um ano e sete meses vítima de uma má formação na laringe. Ele e a esposa, Keli Vanessa Lima de Castro fizeram tudo o que podiam, mas, depois de 25 dias internado na UTI da Santa Casa em Porto Alegre, Benjamim de Castro da Silva, infelizmente não resistiu. Ele era o primeiro filho do casal. 

Em um primeiro momento, o sofrimento e a angústia abalaram a família, mas aos poucos, a vida foi voltando ao normal e as forças vão ressurgindo, conta Ivan. Foi diante dessa situação, que o policial prometeu que faria muitas crianças felizes “porque meu filho era muito lindo e muito alegre, sorridente até os últimos dias de vida, sempre com sorriso estampado no rostinho”. 

De Ijuí e Policial Militar a 10 anos, destes, sete em Santo Augusto, ele resolveu transformar o dia das crianças da comunidade onde atua. Fez isso hoje pela manhã, após acompanhar a procissão de Nossa Senhora Aparecida, o soldado de 32 anos foi aos bairros distribuir cerca de 50 brinquedos para crianças carentes, a maioria não havia ganhado presente neste dia, “foi muito gratificante e com certeza meu filho está muito feliz lá em cima”. 

A ação solidária e repleta de significados fez muitas crianças felizes, além do idealizador, que encontrou na generosidade, uma forma de superar a perda, “temos que passar por isso, a saudade é muito grande, mas o que me conforta é fazer o bem e ver essas crianças felizes. Nossa isso me deixou tão feliz, sem tamanho mesmo… e me conforta nessas datas marcantes”. 

A iniciativa deu muito certo e Ivan já pensa na próxima, “estou começando um projeto futuro, ano que vem vou reunir varias pessoas e passar com uma caminhoneta cheia de presentes… Porque como está tudo muito recente, a perda do meu filho, esse ano fiz por mim mesmo, comprei, etc, mas eu já falei com uns amigos, e ate caminhãozinho já consegui pro ano que vem”, finalizou o pai do Benjamim. 

Atitudes como a de Ivan nos fazem acreditar que, independente da situação, sempre existe um lado positivo, uma forma de recomeçar, de transformar, basta acreditar. Feliz Dia das Crianças! 

Os comentários estão desativados.