Santo Augusto

Polícia conclui inquérito sobre morte de jovem no chafariz da Praça Pompílio Silva

5 de agosto de 2019 Jovem morreu no dia 30 de novembro de 2017, enquanto banhava-se com amigos no chafariz da Praça Pompílio Silva!


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Matéria atualizada às 13:h34min para acréscimo de informações

 

A Polícia Civil concluiu e remeteu ao Ministério Público no último mês de maio o inquérito referente à morte do jovem Felix dos Santos Soares, de 20 anos.  Felix morreu no dia 30 de novembro de 2017, enquanto banhava-se com amigos no chafariz da Praça Pompílio Silva.

A demora em concluir o inquérito se deu pela falta do laudo do Instituto Geral de Perícias- IGP, o qual a polícia teve acesso somente no início deste ano. As informações foram divulgadas pelo Delegado Willian Garcez.

Peritos do IGP estiveram em Santo Augusto três vezes, fazendo analises do local onde ocorreu a morte, haja vista que a suspeita era de descarga elétrica, já que algumas lâmpadas existentes no fundo do chafariz estavam rompidas, porém, no laudo com 58 páginas, os peritos não conseguiram precisar as causas da morte.

No laudo, os peritos atestam:

— Em face do exame realizado, em que não foi constatada a presença de energia elétrica no interior do chafariz da Praça Pompilio Silva, não foi possível confirmar, com foco exclusivamente no sistema elétrico instalado, a morte por eletroplessão, embora não descartada essa possibilidade, haja vista a precariedade do isolamento dos fios elétricos de parte dos refletores concomitantemente com os achados de presença de água no interior dos mesmos.

O laudo do Instituto Médico Legal (IML), divulgado em janeiro do ano passado, também foi inconclusivo para as causas da morte, apontando apenas que não houve trauma.

No inquérito remetido ao Ministério Público pela Polícia Civil, ninguém foi indiciado.   O Ministério Público informou que o processo foi arquivado, mas que poderá ser reaberto se surgirem novas informações. Também, foi instaurado expediente na Promotoria no sentido de orientar o município a sinalizar o chafariz, alertando sobre vedação de ingressar no mesmo e sobre a existência de dispositivo elétrico no local, informou a promotora Dinamárcia Maciel Oliveira.

Ainda de acordo com a promotora, a Prefeitura prestou informações sobre a manutenção periódica que é feita, bem como, que pretende sinalizar o local.

 

Os comentários estão desativados.

error: Conteúdo protegido !!!