Esportes
"Sabemos e assumimos a responsabilidade do futebol na luta contra a expansão da COVID-19 no Brasil", disse Caboclo Leandro Lopes / CBF, Divulgação

Por conta do coronavírus, CBF suspende competições nacionais por tempo indeterminado

16 de março de 2020 Medida foi tomada em virtude da expansão da covid-19 no Brasil


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu suspender por prazo indeterminado, a partir desta segunda-feira (16), todas as competições nacionais em andamento, o que inclui Copa do Brasil, Campeonatos Brasileiros Femininos A1 e A2, Campeonato Brasileiro Sub-17 e Copa do Brasil Sub-20. A decisão foi tomada em virtude da expansão do coronavírus no Brasil.

Em relação aos campeonatos estaduais, a nota esclarece que a responsabilidade por uma eventual suspensão é de cada federação estadual. Até o momento, a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) determinou apenas a realização das partidas deste final de semana no Estadual com portões fechados. A quarta rodada da Divisão de Acesso foi transferida, com nova data a definir.

Na quinta-feira, a Conmebol já havia anunciado o adiamento de todos os jogos da terceira rodada da Libertadores, que seria realizada nesta semana. Segundo a entidade, a decisão visa a proteção de “jogadores, comissões técnicas, árbitros, dirigentes, imprensa e torcedores”.

Confira a nota da CBF na íntegra

 “A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu suspender, a partir desta segunda-feira, dia 16/3, por prazo indeterminado, as competições nacionais sob sua coordenação que estão em andamento: Copa do Brasil, Campeonatos Brasileiros Femininos A1 e A2, Campeonato Brasileiro Sub-17 e Copa do Brasil Sub-20.

“Sabemos e assumimos a responsabilidade do futebol na luta contra a expansão da COVID-19 no Brasil”, afirma o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

Em relação aos campeonatos estaduais, as Federações Estaduais de futebol, entidades organizadoras, terão deliberações específicas para cada competição, sendo respeitada a sua autonomia local.

A CBF seguirá em permanente contato com o Ministério da Saúde, unindo esforços para que o país e o esporte superem o grande desafio em relação à pandemia, torcendo para que, o quanto antes, possamos voltar à normalidade”.

 

Os comentários estão desativados.

error: Conteúdo protegido !!!