Andre Motta

Inter sem D’Alessandro é um time comum 

8 de junho de 2019


Curta e Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pior que perder para o Vasco, é perder para o lanterna, pior ainda que o Vasco era o lanterna.
O Inter sem D’Alessandro é um time comum, aponto de perder o jogo para o lanterna ainda no primeiro tempo. Os primeiros 45 minutos de jogo do Inter foram ridículos. Se o Inter não tem alguém a altura do seu camisa 10, é natural que se busque dentro do elenco aquele que mais se parece com ele, mas no caso do Odair Hellmann, isso não vale, ele prefere colocar um auxiliar de lateral e deixa o time sem criação. O Inter teve uma postura muito conservadora diante do último colocado da competição. Pontos desperdiçados com esses adversários são os que definem o campeão.
Nico Lopes ou “Chuta-Chuta” as vezes me parece que ele está jogando uma “pelada” com os amigos. O banco de reservas pode fazer bem para o jogador, assim como já fez para o D’Alessandro, no ano passado no melhor Inter, o argentino era reserva. “Ressuscitador de mortos” as vezes o apelido cai bem.

Os comentários estão desativados.

error: Conteúdo protegido !!!